pictureName

Blog

  • pictureName

Programa Safeeds promove biossegurança nas fábricas de rações


Safeeds busca soluções para a produção na nutrição animal, reduzindo riscos de contaminação por patógenos.

A demanda por carne, seja de frango, gado ou suína, cresce a cada ano. De acordo com projeção do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), até o ano de 2027, o consumo mundial de carnes deve aumentar em 14%, sendo o Brasil responsável por 8,5% desse número. Este cenário faz aumentar também a demanda por rações.
A ampliação e a construção de novas fábricas são estimuladas por esse movimento e os cuidados com a biossegurança, especialmente nestes locais, são obrigatórios e necessários para garantir a segurança alimentar.

“Na cadeia de produção de proteína animal, a fábrica de ração é uma unidade de biossegurança e por isso, requer muita atenção sendo extremamente importante monitorar cada ponto crítico de risco para que se controlem os microrganismos patogênicos” explica o gerente de desenvolvimento da Safeeds, Márcio André Lanzarin.

A Safeeds Nutrição Animal trabalha em conjunto com empresas produtoras de ração na manutenção dos altos níveis de seguridade da cadeia. “Dentro do programa de Soluções Safeeds – ProSafe, trabalhamos no monitoramento destas plantas, analisando diferentes processos, como o controle de qualidade das matérias primas, pontos de contaminação nos equipamentos, limpeza das instalações, análise dos produtos acabados, entre outros. Tudo isso para garantir a redução da carga microbiológica de bactérias e fungos, além de interromper processos oxidativos de todos os produtos destinados à alimentação animal” pontua o gerente Lanzarin. 
O Programa Safeeds de Conservação de Alimentos e Matérias Primas é indispensável no combate da contaminação por Salmonella na cadeia avícola e suinícola. Lanzarin destaca que, quando há controle de Samonella na fábrica de ração e em fábricas de subprodutos, também é possível conseguir outros benefícios, como controle de diferentes patógenos: Escherichia coli e Clostridium spp., fungos e enterobactérias, que podem impactar negativamente no desempenho animal, na biosseguridade e na segurança dos alimentos.

 “Além dos produtos Safeeds, antibacterianos, com e sem formol, trabalhamos com ações que buscam a proteção à saúde animal e humana. O nome ProSafe já diz tudo: prevenção e segurança. Quando você controla os patógenos nas fábricas de rações, você tem resultados no campo, seu lote está mais seguro”, explica.
ProSafe

Com o objetivo de garantir a qualidade, conformidade e segurança dos produtos destinados à alimentação animal, a Safeeds lançou neste ano o ProSafe. Os sete diferentes programas que compõem essa campanha buscam apresentar soluções para a cadeia de produção e nutrição animal.
Fazem parte os programas: Controle de Salmonela; Digestibilidade Monogástricos; Conservação de Alimentos e Matérias Primas; Digestibilidade Ruminantes; Micotoxinas e Consumo de Alimentos. 

A execução dos trabalhos no campo é realizada sempre com a orientação e acompanhamento de um profissional Safeeds. Isso reflete no entendimento dos desafios e também no atingimento de melhores resultados para o produtor.

A equipe ligada ao ProSafe é formada por profissionais especializados, com experiência e capaz de oferecer as melhores soluções para os desafios de produção, incluindo a indicação de produtos de alta performance.

Acesse e conheça todos os detalhes o programa de soluções ProSafe.

Tags